Blog

quarta-feira, 15 novembro 2017 / Published in Marketing Digital

A verticalização digital das empresas esta crescendo exponencialmente forçada pelo aumento da crise que acirra ainda mais a concorrência por espaços ainda não ocupados pelas empresas. O uso de ferramentas e estratégias esta cada vez mais presente e se tornando cada vez mais populares e acessíveis a todos os segmentos da economia, seja pequena, média ou grande empresa. O Marketing Digital é amplamente comprovado como sendo o melhor custo benefício para divulgação.

Marketing Digital é um conjunto de ações encadeadas que, bem elaboradas, geram um funil de conversão para alcançar o objetivo que pode ser divulgação de uma marca ou venda de produto. Uma campanha bem elaborada além de obter um retorno esperado, deve ser analisada através dos dados estatísticos e com essas métricas, realinhar a campanha para o melhor reposicionamento e assim, aumentar o retorno do investimento.

Uma campanha básica de Marketing Digital deve contemplar as seguintes etapas:

Links patrocinados no Google Adwords

Links Patrocinados no Google Adwords é Indispensável na sua estratégia no Marketing Digital, carro chefe na busca de news leads para seu site. As etapas corretas para uma campanha bem estrutura deve consistir em montar corretamente a campanha a partir de briefing, mensurando todos os detalhes, alinhar corretamente as palavras-chaves positivas e negativas, configurar os sitelinks e um orçamento real. Mas tudo isso não dará resultado se após startar a campanha não for feito um acompanhamento e análise métrica. Existem opções que podem, conforme a estratégia, investir além do Google Adwords, como Facebook Ads e Linkedin Ads sempre dependerão da estratégia, produto e público.

Marketing de Conteúdo

Umas das ações mais novas e cada vez mais valorizada na busca por novos leads. Consiste em gerar conteúdos novos para engajar novos seguidores. Geração de Conteúdo é recomendada para artigos em sites, blogs e rede social, sempre atrelado a imagens para agregar valor ao texto.

Com o Marketing de Conteúdo, você gera relevância orgânica deixando seu site ou blog em posições mais destacadas por estar gerando conteúdo relevante. O cuidado que se deve ter nesse item é sempre gerar conteúdo novo, nunca copiar. A relevância esta em ter um conteúdo de qualidade, novo e que agregue engajamento em seu público.

E-mail marketing

Tão polêmico nos meios digitais é o E-mail Marketing. Usar ou não usar? Vai depender de sua estrutura. Aqui, falaremos da forma correta. Surtirá efeito se elaborar um conteúdo apropriado em texto e imagem, opção de auto-remoção e respeitando a normas de uso dessa ferramenta de comunicação. Qualquer uso que não respeitem esses princípios fará com que sua marca possa ser vinculada a uma ação negativa e com isso, além de não vender, “queimar-se”.

Da forma correta, ainda é considerada como sendo a melhor taxa de retorno de conversão de divulgação digital, principalmente para e-commerce.

Redes sociais

Esse, sem dúvida o mais popular entre os meios de comunicação entre os Internautas. É muito comum empresar terem uma Fanpage e não ter um site. Esse é o efeito de comunicação global e nada mais natural que aproveitar essa via para estreitar o relacionamento com seu público.

Mas cuidado, deve-se manter sempre o bom censo. Postar o conteúdo apropriado diante de seu público, imagens que sejam coerentes com o texto, horário apropriado conforme seus seguidores. São algumas ações básicas que deve ser levado sempre em consideração.

Funil de conversão

Todas as ações acima, fazem parte de um efeito causado pelas ações de Marketing Digital, Funil de Conversão. Ações em conjunto sendo alternadas para engajar um público e direcionar ao seu site por exemplo, uniformizar a linguagem e fazer com que seu público, onde quer que estejam, entendam a sua proposta e fiquem motivados a seguir o funil até conversão em venda.

Existem várias alternativas de estratégia a serem exploradas para conversão em vendas. O que vale confirmar que o Marketing Digital da um ótimo retorno e vale apostar nessa proposta.

sexta-feira, 30 setembro 2016 / Published in Redes Sociais, Todos

Orkut? Sim, Orkut. Não sabe o que era o Orkut? Foi a rede mais popular da última década. Sabia que hoje, 30/09 é o último dia para recuperar suas fotografias do Orkut.

Veremos a seguir, como recuperar suas fotos do Orkut com o TakeOut:

1) Acesse sua conta do Google com seu login e senha. Em “Informações pessoais e privacidade”, clique em “Controlar seu conteúdo”.

2) No campo “Copiar ou mover conteúdo”, abaixo de “Fazer o download dos seus dados”, clique em “Criar arquivo”.

3) Isso te dará acesso ao Google Takeout, serviço no qual é possível baixar seus dados armazenados por sites do Google. Ao lado de cada site, há um botão. Deixe apenas o botão referente ao Orkut acionado (indicado pela cor verde) e clique em “Próxima”.

4) Escolha o tipo de arquivo compacto no qual seus arquivos serão enviados e a forma de recebê-lo (link para download por e-mail ou adicioná-lo a algum serviço de armazenamento em nuvem, por exemplo). Clique no botão “Criar arquivo”.

5) Quando o arquivo estiver carregado, clique em “Fazer download” para baixar o arquivo com seus dados.

6) Abra esse arquivo com um programa de descompactação, como 7-Zip ou WinZip, e acesse a pasta “Orkut”.

7) Na pasta “Perfil”, estarão seus dados, como mensagens publicadas na rede social, em arquivos HTML, que podem ser acessados pelo navegador mesmo sem acesso à internet. Na pasta “Fotos”, estarão as imagens postadas por você no Orkut. É preciso extrair os arquivos e salvá-los na memória do computador.

sábado, 24 setembro 2016 / Published in Redes Sociais, Todos

Era questão de tempo até que o WhatsApp compartilhasse seus usuários com o Facebook para fins comerciais. O WhatsApp está dando até sábado (24/09) para quem não queira dividir suas informações com o Facebook se manifeste. A justificativa oficial para essa mudança seria que, com os metadados e informações relevantes das mensagens trocadas pelos usuários do WhatsApp, o app e o Facebook poderão combater spam, dar e receber sugestões sobre os produtos e mostrar anúncios relevantes. Ou seja, os conteúdos e links que você manda nas suas conversas poderão servir de base para o Facebook conhecer melhor suas preferências e lhe mostrar anúncios mais direcionados.

O que fazer?

Se você não gostou dessa ideia, é possível desativar uma opção dentro do WhatsApp até sábado e evitar que essa integração aconteça na sua conta. Ainda assim, a desenvolvedora afirma que, uma vez feita, não é possível reverter a mudança nunca mais. Portanto, confira a seguir o que é preciso fazer para evitar que o Facebook passe a “espionar” tudo o que você escrever no WhatsApp:

Passo 1

Primeiro, toque no menu de opções do WhatsApp e escolha “Configurações”.

Passo 2

Na próxima tela, clique em “Conta” e, em seguida, em “Compartilhar dados da conta”. É necessário desmarcar essa caixinha que já estará verde para evitar o compartilhamento de dados entre os serviços.

Passo 3

Para finalizar, o mensageiro vai mostrar uma última mensagem explicando a situação, e você deve tocar em “Não compartilhar” caso tenha realmente decidido desativar isso.

Passo 4

Feito isso, uma mensagem avisando que o compartilhamento foi desativo será mostrada, e a opção de “Compartilhar dados da conta” vai sumir. Ou seja, realmente não tem como voltar atrás.
Caso você não queria que o WhatsApp compartilhe seus dados com o Facebook, é bom fazer a desativação o quanto antes. O WhatsApp já afirmou que não tem um horário exato para o final do prazo no próximo sábado 24. Ou seja, é preciso agir hoje ou, no máximo, amanhã para não correr riscos.

Quem criou uma conta nova no WhatsApp após 25 de agosto deste ano não tem a possibilidade de desativar o compartilhamento de dados.

segunda-feira, 03 agosto 2015 / Published in E-commerce, Todos
verticalização ecommerce

O comércio eletrônico está presente no Brasil desde 1995 e a quantidade de adeptos a esse serviço só aumenta. De acordo com a E-bit (empresa de maior destaque em pesquisa sobre o e-commerce do Brasil) 51,4 milhões de pessoas realizaram compras online em 2014 e a previsão é de um aumento de 26% para esse ano.

Os motivos desse crescimento são as vantagens que essa modalidade de comércio apresenta como a rapidez e a facilidade de acesso, de informações e formas diversas de pagamentos, investimento em segurança de dados, além da comodidade de poder adquirir o produto ou serviço desejado sem sair de casa.

Atualmente em tempos de crise e crise crescente, essa modalidade de comercialização esta cada vez mais presente. Muitas empresas já estão enxergando que a verticalização de uma loja ou comércio é um caminho irreversível, para se manter competitivo e ao mesmo tempo ampliar as possibilidades de vendagens para outros públicos e segmento.

O que deve atentar é a velocidade impressa pela internet, onde o raio de perímetro que ora pode ser em um bairro ou cidade, passa a ser ampliado para uma região muito maior e para tanto, a logística de distribuição é consideravelmente maior. É fundamental acompanhar a velocidade de solicitação e distribuição adequada e cuidados com o envio e muita atenção ao cliente mantendo um contato rápido e seguro através de canais de comunicação.

Traga seu projeto e vamos trabalhar juntos.

Vamos agendar um café e conversar sobre a sua ideia?

TOP